• EditoraMatarazzo05Banner0000.png
  • EditoraMatarazzo05Banner0003.png
  • EditoraMatarazzo05Banner0004.png
  • EditoraMatarazzo05Banner0005.png
  • EditoraMatarazzo05Banner0006.png
  • EditoraMatarazzo05Banner0007.png
  • EditoraMatarazzo05Banner0010.png
  • EditoraMatarazzo05Banner0011.png
  • EditoraMatarazzo05Banner0012.png
  • EditoraMatarazzo05Banner0013.png
  • EditoraMatarazzo05Banner0018.png
  • EditoraMatarazzo05Banner0019.png
  • EditoraMatarazzo05Banner0021.png
  • EditoraMatarazzo05Banner0022.png
  • EditoraMatarazzo05Banner0023.png
  • EditoraMatarazzo05Banner0090.png
  • EditoraMatarazzo05Banner0100.png
  • EditoraMatarazzo05Banner0110.png
  • EditoraMatarazzo05Banner0120.png
  • EditoraMatarazzo05Banner0130.png
 
       
 
 

A obra “Giro Noturno: fragmentos das noites paulistanas” é um passeio por São Paulo dos anos 1950/60, período em que o centro e a Vila Buarque concentravam grande números de boates e casas noturnas, por onde desfilaram grandes nomes da nossa música popular e artistas estrangeiros. O livro é todo baseado nas crônicas do
jornalista Egas Muniz (1912 - 1970), um dos primeiros cronistas noturnos da cidade e que deixou registrado através dos seus escritos deliciosas ocasiões ocorridas em memoráveis noitadas.

O LIVRO

A obra traz curiosidades sobre diversas boates da Pauliceia e
artistas da música popular brasileira. A autora selecionou algumas das melhores crônicas de Egas Muniz (1912 - 1970), jornalista que teve destacada atuação no meio artístico paulistano desde 1934. O livro traz uma breve biografia de Egas Muniz entremeada com muitas histórias saborosas. Concederam depoimentos/entrevistas para o livro: o jornalista Ignacio de Loyola Brandão; as cantoras Carminha
Mascarenhas, Cinderela, Claudia Moreno, Denise Duran, Elza Aguiar, Esterzinha de Souza, Norma Avian, Salomé Parísio, Terezinha Alves e Zezé Gonzaga; os cantores Osvaldinho da Cuíca, Roberto Luna e Tito Madi; a vedete e professora Eloína Ferraz, e o jornalista Vander Pratt.

Difícil foi fazer a triagem dos melhores momentos das noites
de 1950/60 anotados ao longo de 20 anos por Egas Muniz. Do farto material pesquisado, destacamos alguns endereços mais frequentados pelo cronista como, African, Baiuca, Captain’s Bar, Champanhota, Chicote, Clubinho, Farney’s, Djalma’s, boate do Hotel Excelsior, Galeria Metrópole, Jogral, boate do Hotel Lord, boate do Hotel Esplanada, Oásis e Tolha de Mesa. Por essas casas cantaram Maysa, Agostinho dos Santos, Dolores Duran, Marisa Gata Mansa, Elsa Laranjeira, Mauricy Moura, Roberto Luna, Eliseth Cardoso, Sílvio Caldas, Aracy de Almeida, Noite Ilustrada, Silvinha Telles, Elvira Rios, Carmen Cavallaro, Edith Piaf, Amália Rodrigues e tantas outras personalidades gloriosas do mundo da música.

O material é tão rico que outros endereços noturnos ficarão para
um segundo volume, juntamente com as demais entrevistas. O livro todo está intercalado com um rico material iconográfico recolhido durante a nossa investigação.

Muitos endereços noturnos localizavam-se nas ruas da Vila Buarque,
que ficou conhecida até a década de 70 como a “Boca do Luxo”, costumava-se dizer que da Av. São João para baixo (sentido Campos Elíseos) era a “Boca do Lixo” devido à problemática da prostituição, da bandidagem e da decadência.

Nos anos 50 e 60 a Vila Buarque conheceu seus anos de glórias
e foi palco de grandes momentos culturais, principalmente, no setor da música popular. Por suas ruas desfilavam os maiores cartazes do nosso cancioneiro. Atualmente, aliás, desde a década de 70, com a chegada do “Minhocão”, o elevado João Goulart (ex-Costa e Silva), a Vila Buarque sofre com a degradação.

O prefácio é assinado pelo escritor Marcello Laranja, presidente
do Clube do Choro de Santos. O escritor e guia de turismo Laercio Cardoso de Carvalho tem participação especial na obra.

A AUTORA

Thais Matarazzo é paulistana, jornalista, escritora, pesquisadora
cultural e organizadora das antologias da Editora Matarazzo, da qual é proprietária. É autora de 17 livros, sendo quatorze dedicados ao resgate da história da “era de ouro do rádio” e seus artistas, e também, da música popular portuguesa. Os outros três volumes
são dedicados às crônicas, com prefácio do poeta Paulo Bomfim. Tem livros lançados no Brasil e na Europa.

DADOS TÉCNICOS
TÍTULO:
Giro noturno: fragmentos das noites paulistanas
AUTOR: Thais Matarazzo
EDITORA: Matarazzo
IDIOMA: Português
ENCADERNAÇÃO: Brochura P&B. Papel couchê fosco 90 gr/m².
ILUSTRADO: sim
FORMATO: 14 x 21 cm
PÁGINAS: 192
ANO DO COPYRIGHT: 2017
ANO DE EDIÇÃO: 2017
ISBN: 978-85-69167-49-5
EDIÇÃO: